FEAPA socializa estudo sobre impacto socioeconómico da legislação pesqueira e do Plano de Gestão da AMP

 federacaoNo âmbito do Projecto “Conservação para uma melhor sustentabilidade da AMP de Santa Luzia, Ilhéus Branco e Raso”, financiado pelo GEF-SGP, Programa das Pequenas Subvenções do Fundo para o Ambiente às ONG, a FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE PESCADORES ARTESANAIS fez no sábado, 02 de Março, na Sede da Associação Nova Geração de Pescadores de São Pedro a divulgação/socialização do “Estudo preliminar sobre o impacto socioeconómico da legislação pesqueira e do Plano de Gestão da AMP nos utilizadores diretos da AMP”

 

O estudo apresentado avalia os impactos sociais e económicos do Plano de Gestão das Pescas em implementação desde 2008 e os potenciais impactos socioeconómicos das medidas propostas no Plano de Gestão do Complexo.

Os dados foram recolhidos através de consulta de documentos estatísticos oficiais, revisão bibliográfica e de entrevistas com fontes primárias e secundárias. A técnica de avaliação socioeconómica utilizada foi a de análise do impacto económico tendo-se utilizado como indicadores chave, o número de postos de trabalho existentes e potenciais, as capturas, os rendimentos, entre outros.

 

Segundo o presidente da FEAPA, Celestino Oliveira, este estudo é de enorme importância, dado que aborda o real impacto que as novas normas legais vão ter sobre a qualidade de vida das vilas piscatórias que utilizam as áreas de Santa Luzia, Ilhéus Branco e Raso, nomeadamente as vilas de Tarrafal, Sinagoga, Calhau, Salamansa e São Pedro com a implementação do Plano de Gestão das Pescas.

Copyright © 2019 Cabo Verde Development Gateway. Todos os direitos reservados.
Joomla! software livre. Licença GNU GPL.