Dia Internacional da Cruz Vermelha: Entrega de medicamentos marca a data

Sob o lema “Encontrar o espírito de voluntariado dentro de si ”, a Cruz Vermelha de Cabo Verde comemorou ontem, 8 de Maio, o dia Mundial da Cruz Vermelha com várias actividades. O destaque foi para a entrega de medicamentos ao Centro de Saúde de Achada Grande Trás e de equipamentos e medicamentos também ao Hospital Agostinho Neto.

 

Sendo a primeira instituição criada no país através do Decreto-Lei nº 02/75, de 19 de Julho, a Cruz Vermelha assume-se, até hoje, como uma organização que dá assistência a vários níveis à população. Por isso, é reconhecida por muitos como sendo a “casa dos mais vulneráveis”.  

Foi a primeira instituição a criar jardins infantis no arquipélago, como forma de investir na educação das crianças, para alcançar resultados que, “hoje estão à vista de todos”, assegura José Maria, secSetário-geral da Cruz Vermelha.

Por isso, garante que o resultado é positivo, mas para que isso se prove, é preciso consolidá-lo, como forma de continuar a garantir a credibilidade nacional e internacional, assim como a imagem da própria organização.

A instituição actua a vários níveis de apoio à sociedade civil, entre os quais se destaca o apoio à terceira idade, acções de formação e assistência às jovens mães solteiras e raparigas em situação de risco, através do projecto juventude.

Além destas iniciativas, a Cruz Vermelha tem um centro de recuperação para os toxicodependentes, onde recebem apoio psicológico e moral para terem a noção do seu próprio estado e, posteriormente, mudarem de vida.

Actualmente existem 186 organizações de Cruz Vermelha no mundo, sendo que em cada país só pode haver uma sociedade nacional de Cruz Vermelha.

Como a Cruz Vermelha de Cabo Verde também tem responsabilidades a nível internacional, ela foi actualmente reconhecida como sendo a quinta melhor de África e a 30ª a nível Mundial.
Copyright © 2020 Cabo Verde Development Gateway. Todos os direitos reservados.
Joomla! software livre. Licença GNU GPL.